top of page
  • Foto do escritorContato Condominios

Vazamento no condomínio: quem paga a conta?

Um dos temas mais buscados pela administração e moradores de condomínios está relacionado aos vazamentos que podem surgir eventualmente.


Sempre que surge um vazamento no edifício, o questionamento mais repetitivo está relacionado à responsabilidade quanto ao reparo da tubulação e danos colaterais causados em paredes, móveis e eletrodomésticos.


Mas, afinal, quem é responsável por resolver o problema no condomínio?


Para atribuir responsabilidades é imprescindível conhecer a origem do vazamento. Isso porque, dependendo do local e orientação da tubulação, a obrigação de reparar o dano muda drasticamente.


Veja, a seguir, as respostas para as principais dúvidas sobre esse tema no âmbito condominial.





Rede vertical de água


Para entender essa divisão, primeiramente é preciso saber que a rede de abastecimento de água do condomínio está dividida em vertical e horizontal.


A rede vertical é a coluna da tubulação responsável por conduzir a água e o esgoto entre as unidades e até a rede de esgoto pública. Por ser de uso comum é de responsabilidade do condomínio, portanto, nos casos de vazamentos detectados nesse tipo de tubulação, o condomínio deverá ser instado a providenciar o reparo.


Rede horizontal de água


A rede horizontal é a que liga a coluna vertical de água aos apartamentos e, por ser de uso particular, em caso de vazamentos detectados nessa tubulação, a responsabilidade de reparo é dos moradores.


Há também situações em que, embora constatado o problema na tubulação horizontal, surgem conflitos quanto à responsabilidade do conserto entre as unidades afetadas pelo vazamento.


Nesses casos, é importante verificar se a água provém da própria unidade ou do apartamento do vizinho de cima, que seria o responsável por realizar a manutenção e reparos necessários ao bom funcionamento de sua tubulação.


Os episódios mais recorrentes, nesse sentido, envolvem vazamentos em banheiros, onde o teto do vizinho de baixo acaba sendo avariado pelo mau escoamento da água da unidade de cima.





Peça ajuda profissional


Em todos os casos, sempre que detectar um possível vazamento, seja entre unidades ou na tubulação comum do prédio, o importante é pedir auxílio a um profissional que possa assegurar a origem do problema, possibilitando, assim, que o real responsável possa ser acionado e notificado a tomar providências.


Registre tudo para se resguardar


Nos casos mais graves, em que os danos decorrentes da demora em esperar pelo conserto da tubulação pelo vizinho, pode ser recomendável que o morador faça registros fotográficos do estado de canos, paredes, teto e todas as estruturas danificadas para que, caso opte por realizar o serviço de reparação, possa convencionar com o responsável a devolução de valores.


Para isso, mantenha sempre recibos, notas fiscais e comprovantes de gastos realizados durante a reparação e, lembre-se, a responsabilidade de reembolso do vizinho ou condomínio, restringe-se à reparação dos danos decorrentes do vazamento, inexistindo previsão para cobertura de reformas totais realizadas no cômodo afetado.

bottom of page