top of page
  • Foto do escritorContato Condominios

IPTU 2021: Veja como emitir segunda via da guia para pagamento do IPTU em Belém

O mês de janeiro traz consigo obrigações tributárias e despesas extras que costumam tirar o sono dos condôminos. Uma delas é o Imposto Predial Territorial Urbano, mais conhecido por sua sigla IPTU, que é a obrigação incidente sobre a propriedade de imóveis urbanos.


A cobrança do imposto é realizada através de guias de recolhimento enviadas ao domicílio do contribuinte e o ente municipal permite o pagamento do tributo em parcela única ou em cotas mensais, opção que pode facilitar o cumprimento da obrigação.




Entretanto, para evitar atrasos e perder os descontos concedidos para pagamentos antecipados, moradores de Belém podem fazer o download das guias de pagamento através do site da Secretaria de Finanças do Município, em caso de perda ou extravio da correspondência.


Veja, a seguir, um passo a passo preparado pela Contato Condomínios, para auxiliar na emissão das guias de IPTU de imóveis situados em Belém.


1. Entre no site da SEFIN e, no quadro de serviços online, escolha o ícone “2ª Via Exercício IPTU, TLPL, ISS-PF”;




2. Na próxima página, selecione a opção “IPTU” no campo de tributo e, em seguida, preencha o número da inscrição imobiliária, que pode ser consultado em guias de anos anteriores ou na certidão do imóvel. Preencha os caracteres mostrados na figura abaixo da inscrição e clique em “pesquisar”;



3. Logo abaixo, um quadro com as informações do contribuinte e endereço do imóvel será exibido. Confira as informações e clique na opção “sim” para exibir a guia;




4. O site exibirá o arquivo em PDF com as guias e opções de pagamento disponíveis, em cota única ou parcelado, assim como seus respectivos vencimentos. Confira os dados, verifique se informações correspondem ao imóvel pesquisado e, caso estejam corretas, faça o download da guia para pagamento.


As guias de recolhimento do exercício de 2021 poderão ser emitidas a partir da última semana de janeiro e devem ser pagas apenas na rede bancária autorizada que é formada por Banco do Brasil, Itaú/Unibanco, Banco da Amazônia, Bradesco, Banco do Estado do Pará (Banpará), Caixa Econômica Federal, Cooperativa Central de Crédito Noroeste Brasileiro (Central Credi-Nobr) e correspondentes bancários.

Kommentare


bottom of page