top of page
  • Foto do escritorContato Condominios

Coronavírus: Nova alta de casos da doença acende alerta em condomínios

O começo do ano trouxe uma nova onda de casos de COVID-19 e reacendeu o alerta entre síndicos e moradores quanto às medidas de proteção adotadas nas áreas comuns do condomínio.


A preocupação é genuína, afinal, até as Administrações Públicas, estadual e municipal, estabeleceram novas medidas para a contenção da pandemia em Belém e no Pará.

Acompanhe as dicas da Contato e veja se o seu condomínio está preparado para a segunda onda da COVID-19.


1. Medidas de higiene

A primeiro passo para conter a difusão do vírus no condomínio é manter a limpeza em dia. Fique atento à necessidade de limpeza de áreas comuns e de grande circulação, que devem ser higienizadas com frequência, para evitar contaminação entre moradores.

Alerta especial a portas, fechaduras, botões de elevadores e corrimãos, superfícies com alta probabilidade de contaminação pela exposição ao toque.


2. Distanciamento

Atenção aos espaços propensos à concentração de pessoas, como elevadores e áreas de lazer. Distribuir cartazes nas dependências do edifício e limitar o uso de elevadores a apenas um grupo familiar é uma alternativa útil para reduzir a probabilidade de contágios pela superlotação.

No tocante à área de lazer, como churrasqueiras e piscinas, uma opção bastante aconselhável é instituir o uso das áreas mediante agendamento de horários pelas unidades. Assim todos podem desfrutar do lazer com segurança e obedecendo o distanciamento recomendado.




3. Reuniões e Assembleias

A realização de assembleias virtuais tem respaldo na Lei 14.010/2020 e a modalidade pode ser uma importante aliada na tomada decisões urgentes durante a pandemia.


Verifique se o condomínio reúne os recursos necessários para reuniões virtuais, como equipamentos, conexão e planejamento, assim como a familiaridade dos condôminos e conselho com a tecnologia.


Mas fique de olho! é importante constatar se existem vedações à modalidade de Assembleia no texto da convenção condominial.


4. Isolamento de espaços fechados e não seguros

Fique atento aos locais que podem oferecer maiores chances de contaminação, como brinquedotecas, academias e saunas. Talvez seja a hora de planejar a desativação desses espaços temporariamente para evitar exposição desnecessária de moradores e riscos a toda a comunidade.



.

Comments


bottom of page