top of page
  • Foto do escritorContato Condominios

Como evitar disputa por vaga e outros problemas na garagem do condomínio

Embora atribua comodidade e segurança aos coproprietários, um dos temas que mais geram conflitos e polêmicas nos condomínios é a discussão sobre o uso da garagem.


Para evitar problemas relacionados às vagas destinadas aos condôminos, algumas atitudes, aliadas ao bom senso, são imprescindíveis para que os moradores mantenham uma convivência respeitosa e saudável.


A Contato Condomínios separou quatro dicas que podem ser úteis para evitar problemas de convivência na hora de usar esse espaço.




1. Não estacionar o carro na vaga do vizinho sem autorização


Nos condomínios com vaga de garagem privativa, a primeira e mais importante regra de convivência deve ser o respeito ao espaço destinado a cada unidade.

Por essa razão, parar o carro na vaga do vizinho, mesmo que por alguns minutos, nunca deve ser uma opção viável de estacionamento.


Em casos excepcionais e de urgência, prefira sempre comunicar o proprietário da vaga e peça autorização para o seu uso, explicando os motivos da solicitação. Lembre-se, embora não haja veículo ocupando a vaga, o espaço é propriedade privada e invadí-lo sem autorização pode gerar situações desconfortáveis e constrangedoras entre vizinhos.


2. Não ultrapassar o seu espaço por ter estacionado o carro de forma errada


O mau estacionamento de veículos costuma gerar conflitos na garagem do condomínio. Isso porque quando um morador extrapola os limites de sua vaga e deixa o carro em posição inadequada acaba ocupando uma parte da garagem do vizinho, que fica impedido manobrar ou até estacionar corretamente o seu veículo.


Além do mais, o estacionamento inadequado aumenta o risco de danos no automóvel por batidas em paredes, estruturas do prédio ou em outros carros.


Para evitar danos e acidentes dessa natureza, é importante respeitar a demarcação da garagem, uma vez que ela estabelece os limites de espaço de cada veículo.




3. Não usar a garagem como depósito para entulhos


Não é raro encontrar situações em que, pela ausência de espaço no apartamento, alguns moradores utilizem a garagem como depósito, transformando o local em uma espécie de extensão de sua unidade.


No entanto, embora vagas de garagem sejam propriedade privada do morador, é importante lembrar que o uso do espaço tem função definida e, via de regra, a prática está proibida por regimento interno e convenção condominial. Inclusive com possibilidade de aplicação de penalidades em caso de descumprimento.


Essa proibição se faz necessária para evitar prejuízos à higiene do local, já que com o acúmulo de objetos aumenta o risco de proliferação de insetos e animais nocivos à saúde de todos os moradores.


Ademais, a utilização da garagem como depósito impede a mobilidade e organização de áreas comuns do condomínio.




4. Respeitar o limite de velocidade


As garagens de condomínios são espaços limitados e, por essa razão, os cuidados ao dirigir e manobrar nesses locais deve ser redobrado, a fim de evitar acidentes e danos a pessoas e veículos.


Lembre-se que as regras de trânsito não são válidas apenas fora dos portões do condomínio e respeitar a velocidade de condução na garagem, que geralmente varia entre 20 e 40km/h, é essencial para garantir a segurança de todos os

moradores.


Além disso, o condômino que infringe as normas estabelecidas pelo regimento interno responde pelos danos que causar a terceiros e ao condomínio.

Comentarios


Los comentarios se han desactivado.
bottom of page