top of page
  • Foto do escritorContato Condominios

A importância da sanitização de condomínios no combate à Covid-19

Assim como ocorre nos processos de remoção de insetos e roedores por meio de dedetização e desratização, a sanitização de condomínios se tornou um importante aliado para garantir a remoção de agentes invisíveis, como vírus e bactérias, sobretudo durante a pandemia de Covid-19, que assolou o país.


A sanitização é um tratamento higiênico que elimina os gentes patogênicos presentes em superfícies por meio do uso de produtos químicos. O procedimento erradica todos ou quase todos os microorganismos que representam ameaças significativas à saúde pública, como vírus e bactérias.



Higienizar e limpar, embora possam parecer sinônimos, os dois não são a mesma coisa. A limpeza é uma medida básica que ajuda a remover partículas de sujeira perceptíveis, assim como reduzir a presença de microrganismos inofensivos ou materiais poluentes.


A sanitização de ambientes contra o coronavírus, no entanto, é realizada com a pulverização de produtos que, ao agir sobre superfícies, eliminam ou desabilitam microrganismos causadores da doença. Vale lembrar, no entanto, que a sanitização, embora eficaz no combate ao vírus da Covid-19, consegue eliminar apenas os organismos já presentes no espaço onde é realizado o processo, portanto, não impede a recontaminação do ambiente nem a transmissão entre indivíduos no local.


Por isso, é importante manter o uso de máscaras e o distanciamento em áreas comuns para evitar maior dispersão do vírus entre moradores, mesmo que o ambiente tenha passado pelo processo de sanitização.








Comments


bottom of page