top of page
  • Foto do escritorContato Condominios

5 aplicativos para pagar a taxa condominial sem sair de casa

Celular pode ajudar a economizar tempo e deixar as contas em dia sem precisar ir ao banco.





A inadimplência está entre os principais desafios para administradores de condomínios, mas nem sempre está relacionada a problemas financeiros do morador – às vezes, apenas falta tempo para pagar o boleto. É aí que entram os aplicativos de pagamentos, que aproveitam a tecnologia do smartphone para pagar a taxa condominial sem precisar sair de casa e ainda oferecem diversos benefícios. É possível, por exemplo, receber um percentual do pagamento de volta na conta para gastar com qualquer coisa ou até parcelar a fatura no cartão de crédito. Veja, a seguir, cinco programas para baixar no telefone.


1. RecargaPay


Originalmente um app para fazer recargas no celular, o RecargaPay evoluiu e se transformou em um verdadeiro canivete suíço de pagamentos. É possível cadastrar o cartão de crédito ou fazer uma transferência bancária para recarregar a conta e usar o saldo para quitar boletos pelo celular. No primeiro pagamento, o serviço dá pelo menos R$ 10 de volta para a conta. É também possível parcelar até R$ 1 mil no cartão, o que pode ser suficiente para quitar boletos antigos que estão pendentes.


2. PicPay


O PicPay vai além do RecargaPay e, além de permitir parcelar pagamentos, oferece reembolsos que chegam a R$ 20 por pagamento. Há várias promoções do tipo semanalmente, então o morador pode pagar não só o condomínio, mas todas as contas de casa pelo app e acumular os valores na conta. Em dado momento, será possível usar esse saldo de cashback para pagar uma conta de luz de graça, por exemplo. É possível também enviar o valor para amigos e até transferir para a conta bancária sem taxas.


3. Mercado Pago


O Mercado Pago tem como principal trunfo sua integração com o Mercado Livre, a maior plataforma de compra e venda do país. A plataforma é feita para receber pagamentos de outras pessoas, então, na hora de pagar contas, é preciso usar o cartão e crédito de um terceiro, que pode ser o cônjuge ou um amigo próximo. Essa aparente desvantagem, no entanto, vem com o benefício de poder usar o saldo da conta para comprar os mais diversos produtos online. 


Por isso, pode ser interessante abastecer a conta com uma transferência e usar o saldo para todos os gastos feitos pela internet – usar o saldo do Mercado Pago em compras do Mercado Livre acelera a confirmação de pagamento e costuma economizar no frete.


4. PagSeguro


O PagSeguro tem diversas opções de pagamentos e permite pagar contas com cartão de crédito. Ele também oferece boas taxas para parcelar pagamentos para outra pessoa, o que pode compensar o trabalho de pagar alguém e usar o saldo do terceiro para quitar a taxa condominial – dependendo do valor, pode sair mais barato do que pagar a taxa de conveniência de serviços como o RecargaPay e o PicPay.


5. App do seu banco


Se você tem conta em banco, é bem provável que o aplicativo oficial da instituição ofereça pagamentos de contas pelo celular. Banco do Brasil, Banpará, Bradesco, Caixa, Itaú e Santander permitem escanear o código de barras de um boleto e efetuar o pagamento utilizando o saldo da conta corrente. O mesmo vale para bancos digitais mais modernos, como Nubank, Agibank e Banco Inter.


O procedimento direto com o banco costuma ter a confirmação de baixa mais rápida, o que pode ser mais oportuno se faltarem poucos minutos para estourar a tolerância para pagamento com desconto.

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page